domingo, 14 de maio de 2017

Morando na Suíça, e o alto volume.

Final de abril me mudei para a Suíça, onde inicio um novo desafio profissional. A vida sempre oferece imprevistos e possibilidades impensáveis, mas hoje penso que por aqui permanecerei pelo menos alguns anos. Logo, é melhor me acostumar rápido com os bons lugares para correr em Lausanne, que será minha casa durante esse tempo.

Felizmente, aqui estou bem servido. Lausanne tem uma geografia montanhosa, o que garante bons treinos de subida, e vários bons lugares para se correr. Apesar dos inevitáveis problemas de adaptação e mudanças culturais, em termos de corrida a mudança tem sido positiva:

Em duas semanas vivendo aqui na Suíça, consegui superar os 100 km em ambas (foram 101 na Semana 1 e 107 na Semana 2), e já começo a sentir a diferença do alto volume no corpo. Na verdade, fazia tempo que não me sentia tão bem assim fisicamente. É claro que o ambiente altamente esportivo no trabalho ajudam. Parceiros para corridas intensas no intervalo do almoço (um 6 km progressivo para 3:30 min/km de média? Claro!), ou para uma Meia-Maratona às 6h da manhã (sim, com certeza!) não faltam. Ter uma pista de atletismo sintética e sempre aberta também faz muita diferença para colocar mais intensidade ainda nos treinos. E as subidas até chegar em casa adicionam volume de qualidade.

Seguindo nesse ritmo, é bastante possível que eu estabeleça uma nova marca pessoal na Maratona, seja em Floripa no final de agosto (ainda a confirmar), ou em Lausanne no final de outubro.

O alto volume faz muita diferença. E alto volume eu considero no mínimo 100 km por semana. Comparando com profissionais (que fazem no mínimo 150 e frequentemente mais de 200) é pouco. Gostaria de chegar nos 120/semana, número que penso ser possível de balancear com trabalho e vida social. O fato é que boa parte desses quilômetros são leves, feitos em ritmo confortável, mas que fazem muita diferença.

Chega um ponto onde se torna bastante improvável melhorar com a quilometragem média de um corredor amador (50-60 / semana). Mesmo a faixa dos 70-80 (a qual passei muitos anos em média) é pouco. Recomendo muito a você, que já tem alguns anos de experiência no esporte e quer melhorar suas marcas, a experimentar o alto volume. É possível superar os 100 na semana descansando um dia. Recomendo que duas vezes por semana você faça duas sessões, uma pela manhã, outra pela noite. É claro que não é simples, e há de se ter bastante disciplina. Mas é possível, e acredite, o caminho mais curto e mais fácil para superar a si próprio.